Como ser diferente…?

Acho que muitos jovens tem a ideia de que ser diferente é uma marca, eu, assumo, já fui assim. Mas sempre gostei de Alternativos ou Lado’s B por gostar mesmo. Porem me sentia fustrado ao descobrir que minha banda queridinha esta na boca do povo, vide CPM22, que só conseguia colocar seus clipes na madrugada da MTV[bb], ou Detonautas que já era bom antes de aparecer na midia.

Hoje em dia eu gosto, cultuo e divulgo as minhas bandas “alternativas”, ajudando-as assim a se tornar mais conhecida. Assim eu posso, depois me vangloriar de que eu já conhecia ! 😀

Outro dia eu li um post do Inagaki dizendo sobre o Ludov e me deixou pensativo… Poxa, o CD do Ludov que eu comprei foi enviado pela Vanessa, que, para quem não sabe, é a vocalista da Banda.

Se realmente gostamos de uma banda, é preciso divulga-las. Sabe porque ? Porque senão elas ACABAM. Ou você acha que “The The” anda aos trancos e barrancos porque fez muito sucesso ?

Outro motivo, é que se você fica escondendo uma banda que você gosta, quando ela “estourar” e você falar que já ouvia muito antes disso, vão achar que você só ta falando isso para se aparecer :p

Um comentário sobre “Como ser diferente…?

  1. Mozilla Firefox 2.0.0.11 Windows XP

    Você tem razão. Eu sempre curtia bandas semi-desconhecidas, a partir do momento que viravam carnes de vaca, eu seguia com um pé atrás para ver no que ia dar. Era batata a banda mudar todo o estilo e som para se adaptar aos novos mundos rsrs.
    Vide Charlie Brown e CPM.
    Hoje nem tenho muito gosto. Aliás, mal aparece coisa nova.
    Abraços Digo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *